Demanda da aviação doméstica tem alta de 3,39% em março

A procura por viagens de avião dentro do Brasil aumentou 3,39% em março na comparação com o mesmo mês do ano passado. A oferta, por sua vez, teve expansão de 2,22% em igual análise. Como a procura evoluindo mais fortemente do que a oferta, o fator de aproveitamento registrou melhoria de 0,92 ponto percentual na comparação anual, resultando em 80,99% de ocupação dos voos. Foram pouco mais de 7,7 milhões de passageiros transportados no período, quantidade 3,44% superior do que o apurada há um ano. O crescimento corresponde a um volume de 257 mil viagens adicionais.

O mercado doméstico brasileiro registra 25 meses consecutivos de crescimento da demanda e do volume de passageiros, com oferta em expansão contínua há 21 meses.

As estatísticas de transporte de passageiros da ABEAR incluem as operações de AVIANCA, AZUL, GOL, LATAM, MAP e PASSAREDO, responsáveis por 99,9% do mercado doméstico nacional.

Acumulado no ano
Ante igual intervalo de 2018, o primeiro trimestre desse ano tem alta de 4,31% da demanda doméstica, para uma oferta em alargamento de 3,41%. O fator de aproveitamento das operações tem melhoria de 0,71 ponto percentual, chegando a 82,60%. Até aqui já foram transportados pouco mais de 24 milhões de passageiros, contingente 4,34% maior do que em 2018 (acréscimo pouco superior a 1 milhão de viagens).

MERCADO INTERNACIONAL
As estatísticas das associadas ABEAR seguem abrangendo atualmente cerca de 30% das operações aéreas internacionais envolvendo o Brasil. A parcela restante é detida por empresas de bandeira estrangeira.

A demanda por transporte aéreo internacional entre as aéreas brasileiras registrou crescimento de 10,68% em março. Já a oferta teve ampliação superior, de 11,68%. O aumento da oferta em nível acima da intensificação da demanda levou a uma perda de 0,73 ponto percentual do fator de aproveitamento em relação ao ano anterior, baixando a 81,41%. No mês, foram transportados aproximadamente 801 mil passageiros nos voos entre o Brasil e o exterior, alta de 2,73% (crescimento de pouco mais de 21 mil viagens).

Na série histórica das aéreas brasileiras no mercado internacional, demanda e volume de passageiros crescem de forma ininterrupta há 30 meses, enquanto a oferta tem expansão continuada há 29 meses.

Acumulado no ano
O agregado deste primeiro trimestre do ano, comparado com igual intervalo de 2018, a demanda internacional das aéreas brasileiras registra crescimento de 10,73%, para uma oferta com ampliação de 13,01%. O fator de aproveitamento resultando é de 81,96%, com baixa de 1,69 ponto percentual. O total de passageiros transportados soma perto de 2,6 milhões, uma alta de 3,94% ou o equivalente a 98 mil viagens adicionais.

TRANSPORTE DE CARGAS
As estatísticas de carga incluem as operações das associadas AVIANCA, AZUL, GOL, LATAM e LATAM CARGO. Os números de MAP e PASSAREDO têm caráter de registro estatístico.

O conjunto destas empresas transportou pouco mais de 32 mil toneladas de carga no mercado doméstico em março (retração de 4,99%) e 20,6 mil toneladas no mercado internacional (baixa de 19,29%).

No acumulado do primeiro trimestre do ano já foram movimentadas 90,2 mil toneladas de carga em rotas domésticas (crescimento de 4,72%) e 62,5 mil toneladas nas rotas internacionais (recuo de 9,64%).

Confira as planilhas completas para download com as estatísticas mensais e os infográficos das séries históricas na área de Dados e Fatos do site da ABEAR. Confira também o glossário com os principais termos utilizados.

Acesse todas as notícias