Bagagem

Quanto custa o excesso de bagagem? Entenda e evite transtornos

Quanto custa o excesso de bagagem

Nem sempre você consegue viajar com as malas dentro das regras das companhias aéreas. Por diversos motivos, você pode ultrapassar os limites, seja extrapolando o peso, o tamanho ou precisando de outro volume. Mas você não deve se preocupar, porque é possível pagar uma taxa pelo excedente. Por isso, você precisa entender quanto custa o excesso de bagagem.

Limites e o preço de bagagem

Porém, antes de descobrir quanto custa o excesso de bagagem, é necessário saber o que é permitido pelas aéreas. As regras se aplicam às medidas e ao peso das malas despachadas, e também à franquia de bagagem conforme a passagem comprada.

De maneira simplificada, o mecanismo é similar ao que acontece com a internet no seu celular. Quando acaba o seu plano de dados, você entra em contato com a operadora para adquirir uma nova franquia ou extender o limite do seu pacote. Nesta situação, tudo depende do que foi contratado inicialmente.

Mas, nos casos das viagens aéreas, cada empresa possui os seus limites já pré-definidos. Essas especificações constam obrigatoriamente no contrato de transporte. Então, se precisar viajar com bagagem mais pesada, volumosa ou de peças extras, é importante saber quanto custa o excesso de bagagem.

O valor varia de acordo com a quantidade de peças adicionais, o peso e as dimensões excedidas. E também depende do momento em que você faz a compra deste serviço, da tarifa da sua passagem e se é um voo nacional ou internacional. Vale destacar que essas cobranças são cumulativas. Ou seja, se a bagagem estourou o tamanho e o peso, você terá duas taxas extras para pagar.

Medidas

Em relação ao tamanho, a mala despachada deve ter no máximo 158 cm (somando as três dimensões de largura, altura e comprimento) para voos da AVIANCA, AZUL, LATAM, MAP e TAP. Já a GOL e a PASSAREDO especificam o limite de 50 cm x 28 cm x 80 cm. A mochila acima do permitido será considerada excedente e será preciso arcar com o valor do excesso de bagagem.

Franquia

Após resolução da Anac, as principais companhias começaram a cobrar a franquia de bagagem despachada por volume, e não mais por peso. Portanto, se você compra uma franquia de 23 kg, esse limite vale para só uma mala, e não mais para várias mochilas que, na soma, cheguem a esse peso — exceto a MAP, cujos 23 kg de franquia podem ser distribuídos em diferentes volumes.

As normas para o que está incluso na franquia dependem de vários fatores. Entre eles estão o destino, a classe em que se viaja, o tipo de tarifa, a política da companhia e o status do passageiro nos programas de relacionamento. Então, quando comparar os preços das passagens, você deve ficar de olho no que é oferecido.

Se você ultrapassar a franquia da sua tarifa, precisará de malas adicionais. Quer mais detalhes sobre as condições e os limites da franquia de bagagem despachada? Leia aqui.

Peso

O limite de peso permitido na franquia é de até 23 kg. No entanto, o valor do excesso de bagagem por peso não é uma regra única. Ou seja, é determinado por cada companhia em seu contrato de transporte. Por isso, confira aqui quanto custa o excesso de bagagem na sua viagem aérea.

Além disso, também é importante prestar atenção ao peso máximo de uma mala. Isso porque até os quilos excedentes têm um limite. O teto costuma ser de 45 kg, variando em alguns casos para 50kg (no caso da MAP, por exemplo) e para 32 kg em voos internacionais.

Caso exceda esse teto, a bagagem não poderá ser despachada e deverá ser enviada pelo serviço de carga da companhia. Ou a0inda poderá ser dividida em dois volumes, desde que sejam pagas as taxas pelo número de volumes e/ou excesso de peso.

Quanto custa o excesso de bagagem em cada companhia?

Passamos de forma rápida pelas regras de quanto custa o excesso de bagagem nas companhias aéreas. E agora você pode conferir aqui os valores de bagagem extra e excesso de peso cobrados por cada companhia.

Bagagem de mão e bagagem especial

Estamos mais acostumados a associar o custo do excesso de bagagem às malas despachadas. Mas como funciona em relação à bagagem de mão e à bagagem especial? Os limites da mala de cabine são de 10 kg e dimensões máximas de 55 cm X 35 cm X 25 cm — regras válidas para AVIANCA, AZUL, GOL e LATAM. A PASSAREDO considera o limite de 10 kg, mas determina as seguintes dimensões máximas: 55 cm X 35 cm X 22 cm. A MAP – por causa dos modelos de aeronaves que opera – tem como peso limite para a bagagem de mão 5 kg e dimensões máximas de 55 cm X 35 cm X 22 cm. Na TAP, a bagagem de mão deve medir, no máximo, 55 cm X 40 cm X 20 cm. Quem viaja de classe econômica pode levar um volume de até 10 kg, e passageiro da executiva tem direito a 2 volumes com até 8 kg cada.

 Se não forem cumpridos, sua mala poderá ser despachada. Por isso, é importante pesar sua mochila antes para saber se ela poderá embarcar com você no avião. Para conhecer mais detalhes sobre a bagagem de mão, leia aqui.

Já a bagagem especial está associada normalmente a equipamentos esportivos, instrumentos musicais e televisores ou monitores. Cada artigo tem sua particularidade na regulamentação das companhias e pode sofrer taxas adicionais. Entenda os requisitos mínimos e o que fazer com a bagagem especial.

Dicas para lidar com o excesso de bagagem

Apesar de serem muitos detalhes, saber quanto custa o excesso de bagagem não precisa ser um processo doloroso. Se você se preparar de forma adequada, não terá nenhuma dor de cabeça. Para facilitar a sua viagem, siga estes 5 passos:

1 – Verifique os limites de cada empresa em relação a peso, tamanho e franquia e descubra quanto custa o excesso de bagagem.

2 – Planejamento é tudo na sua viagem. Inclusive, na hora de arrumar a mala. Então, meça e pese a mochila em casa para evitar ser pego de surpresa no aeroporto. Se tiver além dos limites, você pode reorganizar a bagagem ou se preparar para pagar a taxa.

3 – Não deixe para adquirir a sua bagagem adicional no momento do embarque. As companhias costumam dar descontos para quem faz a compra antecipada através de seus canais de atendimento.

4 – A compra do excesso de bagagem por peso e tamanho só pode ser feita no aeroporto no dia da viagem. Mas o transporte de malas acima dos limites depende do espaço desocupado no avião. Por isso, no dia, é recomendado chegar com antecedência para análise da disponibilidade.

5 – Cuidado para a mala não extrapolar o limite máximo de peso mesmo contando com o excesso de bagagem. Se for o caso, divida em duas mochilas para sua bagagem não ser enviada pelo transporte de carga.

Com essas dicas, os seus problemas com o custo do excesso de bagagem estão resolvidos. Mas você sabe como proceder se a sua mala for extraviada, danificada ou se você esquecer alguma coisa no avião? Entenda aqui.