Notas e Releases

19/12/17

Transporte aéreo mantém crescimento em novembro e assegura retomada em 2017

Na comparação com o mesmo mês de 2016, a demanda1 por transporte aéreo doméstico no Brasil teve alta de 5,86% neste mês de novembro. O ciclo de crescimento continuado do indicador completa nove meses. O aquecimento da demanda foi um pouco superior ao aumento da oferta2, que teve expansão de 3,45% em igual base de comparação. O resultado foi um aprimoramento de 1,88 ponto percentual do fator de aproveitamento3 dos voos, que ficou em 82,71% no mês. Em linha com as demais estatísticas, o total de viagens realizadas dentro do país foi de 7,6 milhões, com avanço de 6,38%. Os números da ABEAR são a consolidação das estatísticas das empresas AVIANCA, AZUL, GOL e LATAM e se referem a mais de 99% do mercado doméstico.

Em harmonia com a sazonalidade típica do mercado doméstico brasileiro, as estatísticas de novembro apresentam ligeira desaceleração em relação aos resultados de outubro, para voltarem a crescer com maior vigor em dezembro, mês que marca o início da alta temporada de verão.

Aproveitando as lições da disciplina empreendida durante o recente período de crise, o setor aéreo tem sido um dos primeiros a aproveitar o início da retomada econômica do país, recuperando e trazendo novos clientes para dentro dos aviões. Usando dados da ANAC e da ANTT, até junho o transporte aéreo foi o meio de preferência para as viagens interestaduais de longa distância para mais de 69% dos passageiros (crescimento em relação à participação de 65% registrada ao longo de todo ano de 2016).

Nesse ano, depois de registrar o maior volume histórico de demanda para um mês de setembro, o setor teve em outubro e novembro os segundos melhores valores absolutos do indicador para cada um desses meses. Neste momento, em linhas gerais, o transporte aéreo doméstico tem desempenho apenas inferior ao que registrava ao longo de 2014. Aquele ano marcou o ápice do ciclo de crescimento iniciado na virada do século com o início do regime de liberdade tarifária no mercado brasileiro.

Participação do mercado4 doméstico em novembro de 2017:

 

GOL: 36,64%

LATAM: 33,07%

AZUL: 17,05%

AVIANCA: 13,24%

 

Acumulado do ano

De janeiro a novembro desse ano, em comparação com o mesmo intervalo de 2016, a demanda doméstica acumula crescimento de 3,28%, enquanto a oferta vê alta de 1,50%. O fator de aproveitamento de 81,42% no período registra melhoria de 1,40 ponto percentual. Já são 81,8 milhões de passageiros transportados nos voos dentro do país, uma expansão de 2,68% sobre o ano anterior.

Participação do mercado doméstico no acumulado de 2017:

 

GOL: 36,17%

LATAM: 32,84%

AZUL: 17,97%

AVIANCA: 13,02%

 

MERCADO INTERNACIONAL

Em relação às operações internacionais, as estatísticas das associadas ABEAR abrangem atualmente cerca de 30% do mercado. A parcela restante é detida por empresas de bandeira estrangeira.

A demanda por viagens de/para o exterior por companhias brasileiras teve em novembro alta de 6,77% na comparação anual. O indicador acumula 14 meses consecutivos de crescimento. Na mesma base de comparação, a oferta teve ampliação em nível superior: 9,62%. A adição de capacidade em maior proporção do que o crescimento da demanda levou a uma retração de 2,20 pontos percentuais do fator de aproveitamento, que foi de 82,72% no mês. Foram transportados 691,7 mil passageiros internacionais em novembro, crescimento expressivo de 11,77%.

Os valores absolutos de oferta, demanda e volume de passageiros transportados são recordes históricos para o mês de novembro.

Participação do mercado internacional em novembro de 2017 (entre as empresas brasileiras):

 

LATAM – 71,37%

AZUL – 11,87%

GOL – 10,69%

AVIANCA – 6,08%

 

Acumulado do ano


Até o mês de novembro a demanda por voos internacionais acumula crescimento de 12,28% na comparação com os mesmos 11 meses 2016. No período, a oferta teve expansão de 10,52%. O fator de aproveitamento apurado fica em 85,04%, com melhoria de 1,34 ponto percentual. Os passageiros transportados nestes voos somam 7,6 milhões, um volume 11,60% superior ao ano passado.

Ainda sem o acréscimo dos dados de dezembro, 2017 já é o melhor ano da aviação internacional entre as aéreas brasileiras em todos os tempos.

Cargas5

 

A aviação doméstica movimentou 33,1 mil toneladas de cargas em novembro, alta de 7,01% em relação ao mesmo mês do ano anterior. No mercado internacional, as 21,2 mil toneladas movimentadas no mês representam crescimento de 16,17% na mesma base de comparação. No acumulado do ano, a atividade cargueira aérea doméstica avança 8,31% enquanto o mercado internacional tem alta de 24,42% sobre igual período de 2016. As estatísticas de carga incluem as operações das associadas AVIANCA, AZUL, GOL, LATAM e LATAM CARGO.

 

Confira as planilhas com as estatísticas na área de Dados e Fatos do site da ABEAR na seção NÚMEROS DAS COMPANHIAS AÉREAS ASSOCIADAS.

 

 


Notas e Releases

Assessoria de imprensa da abear

David Maziteli

Helena Capraro

Adriano Pinzon

Plantão

(11) 94490-0126
Inscreva-se em nosso mailing em http://goo.gl/UZ43Hg

São Paulo

Av. Ibirapuera, 2332 - Conj. 22 - Torre Ibirapuera I
04028-002 | Moema | São Paulo/SP
+ 55 11 2369-6007

Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160 - Edifício Orly, 8º andar, Sala 832
20020-080 | Centro | Rio de Janeiro/RJ
+ 55 21 2532-6126

Brasília

SAUS Quadra 1 - Bloco J , 10/20 - Edifício CNT - Sala 506
70070-944 | | Brasília/DF
+ 55 61 3225-5215