Clipping

29/05/18

CLIPPING 29/05/2018

O GLOBO

Combustível falta em sete aeroportos e dura só até meia-noite em nove

https://oglobo.globo.com/economia/combustivel-falta-em-sete-aeroportos-dura-so-ate-meia
-noite-em-nove-22726269

Companhias aéreas dizem não haver previsão para normalizar voos

https://oglobo.globo.com/economia/companhias-aereas-dizem-nao-haver-previsao-para
-normalizar-voos-22726910#ixzz5GsiYRYxn
 

Empresas aéreas já acumulam R$ 400 milhões de prejuízos com a greve

https://oglobo.globo.com/economia/empresas-aereas-ja-acumulam-400-milhoes-de-prejuizos
-com-greve-22727001#ixzz5GsiqYjfo
 

 

JORNAL DO BRASIL

ABEAR: mais de 270 voos das associadas foram cancelados

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2018/05/28/abear-mais-de-270-voos-das
-associadas-foram-cancelados/

Ministério da Saúde aciona FAB, Exército e companhias aéreas

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2018/05/28/ministerio-da-saude-aciona-fab-exercito

-e-companhias-aereas/

Falta combustível em 10 aeroportos, diz Infraero

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2018/05/28/falta-combustivel-em-10-aeroportos-diz-infraero/

Greve dos caminhoneiros provoca cancelamento de 6% dos voos

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2018/05/28/greve-dos-caminhoneiros-provoca
-cancelamento-de-6-dos-voos/

Aeroporto de Brasília recebe 24 caminhões com querosene

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2018/05/28/aeroporto-de-brasilia-recebe
-24-caminhoes-com-querosene/

Aeroporto de Brasília ainda opera com restrições

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2018/05/28/aeroporto-de
-brasilia-ainda-opera-com-restricoes/

Aeroporto de Brasília registra 5 cancelamentos de voos até às
11h desta segunda

http://www.jb.com.br/pais/noticias/2018/05/28/aeroporto-de-brasilia-registra-5
-cancelamentos-de-voos-ate-as-11h-desta-segunda/

 

FOLHA DE SÃO PAULO

Aviação tem prejuízo diário de R$ 50 milhões desde início da greve

Guilherme Magalhães

SÃO PAULO

A aviação comercial brasileira tem registrado um prejuízo diário de R$ 50 milhões desde o
início da greve de caminhoneiros no país, na segunda-feira passada (21).

A estimativa é da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), que reúne as quatro
principais companhias —Avianca, Azul, Gol e Latam—, que respondem por 99% do transporte 

aéreo comercial no país.

Os custos envolvem cancelamentos, pousos técnicos para reabastecimento, no shows e
atendimento de passageiros que deixaram de embarcar nas aeronaves.

Em nota divulgada na noite desta segunda-feira (28), a Abear afirma que "mais de 270 voos
foram cancelados e outros alterados nos mais diversos aeroportos do país".

Ainda segundo a associação, os cancelamentos devem continuar a ocorrer nos próximos dias,
às vésperas do feriado prolongado de Corpus Christi, que começa na quinta-feira (31).

"Apesar de a maior parte da malha aérea permanecer em operação, os cancelamentos e
mudanças de horários deverão continuar a acontecer, sem previsão de normalização, por
causa da não reposição ou total ausência de combustível em aeroportos menores espalhados
pelo país", diz o comunicado.

O aeroporto de Brasília foi um dos mais afetados na semana passada. Nesta segunda-feira,
após a chegada de 25 caminhões-tanque, a concessionária Inframerica informou que o
aeroporto opera com 55% do nível de combustível, mas se mantém em estado de atenção e
com abastecimento restrito.

O último boletim da Infraero, divulgado às 18h15 desta segunda, informa que dez aeroportos
operados pela estatal estão sem combustível: São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG),
Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Aracaju (SE), Foz do Iguaçu (PR), Teresina
(PI), Paulo Afonso (BA), Palmas (TO) e Pampulha (MG).

O aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, segue operando com o estoque de combustível no
nível mínimo. "Até que o fornecimento de combustível seja normalizado, o plano de
contingência continuará ativo", informa a concessionária BH Airport, que administra o
aeroporto.

Em Porto Alegre, a previsão da concessionária Fraport é que as operações estejam garantidas
até o fim da tarde desta terça-feira (29) após a chegada de quatro caminhões nesta segunda.

As companhias aéreas recomendam que o passageiro que tem voo marcado para os próximos
dias verifique o status do voo nos sites das empresas. Taxas de remarcação e cancelamento
não estão sendo cobradas por Avianca, Azul, Gol e Latam.

 

O ESTADO DE SÃO PAULO

Greve dos caminhoneiros: saiba o que fazer se sua viagem foi afetada

http://viagem.estadao.com.br/blogs/viagem/greve-dos-caminhoneiros-saiba-o-que-fazer-se
-sua-viagem-foi-afetada/

Piloto de avião com insônia e ansiedade será indenizada por
‘dispensa discriminatória’

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/piloto-de-aviao-com-insonia

-e-ansiedade-sera-indenizada-por-dispensa-discriminatoria/

 

CORREIO BRAZILIENSE

Aeroporto recebe 1,3 milhão de litros de querosene escoltados pelo Exército

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2018/05/28/interna_cidadesdf,684232/
exercito-escolta-combustivel-ate-o-aeroporto-de-brasilia.shtml

Chegam a 5 voos cancelados no Aeroporto; Exército escolta caminhões

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2018/05/28/interna_cidadesdf,684149/
voos-cancelados-no-aeroporto-de-brasilia.shtml

Aeroporto de Brasília registra 3 cancelamentos de voos desde a meia-noite

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2018/05/28/interna_cidadesdf,684060/
aeroporto-de-brasilia-registra-3-cancelamentos-de-voos-desde-a-meia-no.shtml

Ministério aciona FAB, Exército e companhias aéreas para escoar remédios

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2018/05/28/interna-brasil,684341/
ministerio-aciona-fab-exercito-e-companhias-aereas-para-escoar-remedi.shtml

Infraero: 13 aeroportos estão com falta de combustível até o momento

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2018/05/27/interna-brasil,683880/
infraero-13-aeroportos-estao-com-falta-de-combustivel-ate-o-momento.shtml

 

O ESTADO DE MINAS

Sobe para 13 o número de voos cancelados no Aeroporto de Confins

https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2018/05/28/interna_gerais,962524/sobe-para
-13-o-numero-de-voos-cancelados-no-aeroporto-de-confins.shtml

ABEAR: mais de 270 voos das associadas foram cancelados

https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2018/05/28/interna_nacional,962638/
abear-mais-de-270-voos-das-associadas-foram-cancelados.shtml

Aeroporto de Brasília recebe 24 caminhões com querosene

https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2018/05/28/interna_nacional,962565/
aeroporto-de-brasilia-recebe-24-caminhoes-com-querosene.shtml

Aeroporto de Brasília registra 5 cancelamentos de voos até às 11h
desta segunda

https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2018/05/28/interna_nacional,962470/
aeroporto-de-brasilia-registra-5-cancelamentos-de-voos-ate-as-11h-dest.shtml

 

AGÊNCIA BRASIL

Falta combustível em nove aeroportos do país, diz Infraero

http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-05/falta-combustivel
-em-nove-aeroportos-do-pais-diz-infraero

Falta combustível em 10 aeroportos, diz Infraero

http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-05/falta
-combustivel-em-10-aeroportos-diz-infraero

Aeroporto de Brasília ainda opera com restrições

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-05/aeroporto
-de-brasilia-ainda-opera-com-restricoes

 

G1

Falta combustível em 9 aeroportos do país, diz Infraero

https://g1.globo.com/economia/noticia/situacao-dos-aeroportos-nesta-terca-feira-29-de-maio.ghtml

10 aeroportos estão sem combustível nesta segunda e 99 voos
são cancelados

https://g1.globo.com/economia/noticia/8-aeroportos-estao-sem-combustivel-nesta
-segunda-diz-infraero.ghtml

Infraero retira aeroporto de Alagoas da lista dos que estão sem combustíveis

https://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/infraero-retira-aeroporto-de-alagoas-da-lista-dos-que-estao
-sem-combustiveis.ghtml

Aeroporto de Brasília recebe 25 caminhões com querosene de aviação

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/aeroporto-de-brasilia-recebe-25-caminhoes
-com-querosene-de-aviacao.ghtml

Aéreas cancelam quatro voos no Aeroporto de Fortaleza nesta segunda;
Cariri segue sem combustível para aeronaves

https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/aereas-cancelam-quatro-voos-no-aeroporto-de-fortaleza
-nesta-segunda-cariri-segue-sem-combustivel-para-aeronaves.ghtml

 

ÉPOCA NEGÓCIOS

Falta combustível em 10 aeroportos, diz Infraero

https://epocanegocios.globo.com/Brasil/noticia/2018/05/falta
-combustivel-em-10-aeroportos-diz-infraero.html

 

JORNAL NACIONAL

Aeroportos ainda têm dificuldade no abastecimento de aviões

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/05/aeroportos-ainda-tem-dificuldade
-no-abastecimento-de-avioes.html

 

 CETV 1ª EDIÇÃO

Aeroportos e postos voltam a normalizar apo?s liberac?a?o de combustíveis

https://globoplay.globo.com/v/6767122/

 

PANROTAS

Abear: 270 voos cancelados e prejuízo diário de R$ 50 milhões na greve

https://www.panrotas.com.br/aviacao/aeroportos/2018/05/abear-270-voos-cancelados-e-prejuizo
-diario-de-r-50-milhoes-na-greve_155897.html

Alitalia lança kit para crianças em voos intercontinentais

https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2018/05/alitalia-lanca-kit
-para-criancas-em-voos-intercontinentais_155887.html

Right Flight: conheça o software polêmico que 'manipula resultados'

https://www.panrotas.com.br/aviacao/tecnologia/2018/05/right-flight-conheca-o-software
-polemico-que--39manipula-resultados-39_155886.html

Norwegian aluga aeronave para voos de Barcelona a Newark e
Oakland (EUA)

https://www.panrotas.com.br/aviacao/parcerias/2018/05/norwegian-aluga-aeronave
-para-voos-de-barcelona-a-newark-e-oakland-eua_155883.html

Bombardier revela novos jatos executivos Global 5500 e 6500

http://v2.panrotas.com.br/viagens-corporativas/aviacao/2018/05/bombardier-revela
-novos-jatos-executivos-global-5500-e-6500_155882.html

Grupo Lufthansa encomenda 9 A320 e apresenta novos assentos

https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2018/05/grupo-lufthansa-encomenda
-9-a320-e-apresenta-novos-assentos_155880.html

Venezuelana Aserca Airlines encerra operações

https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2018/05/venezuelana
-aserca-airlines-encerra-operacoes_155878.html

Sete aeroportos estão sem combustível, aponta Infraero

https://www.panrotas.com.br/aviacao/aeroportos/2018/05/sete-aeroportos
-estao-sem-combustivel-aponta-infraero_155873.html

Conheça o centro de pilotos da United Airlines em Denver

https://www.panrotas.com.br/aviacao/tecnologia/2018/05/conheca-o-centro
-de-pilotos-da-united-airlines-em-denver_155864.html

 

MERCADO E EVENTOS

Aerolíneas escala B737 MAX 8 entre Buenos Aires e Bolívia

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/aerolineas-escala-b737
-max-8-entre-buenos-aires-e-bolivia/

Delta retoma voos para Índia após cinco anos

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/delta
-retoma-voos-para-india-apos-5-anos/

Low-cost JetSMART celebra sucesso no Chile e já mira operações
na Argentina

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/low-cost-jetsmart-celebra-sucesso
-no-chile-e-ja-mira-operacoes-na-argentina/

Tucumán intensifica promoção em São Paulo e anuncia novo voo para
o destino

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/destinos/tucuman-intensifica-promocao-em
-sao-paulo-e-anuncia-novo-voo-para-o-destino/

American descarta nova encomenda de aeronaves para incrementar
malha aérea

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/american-descarta-nova-encomenda
-de-aeronaves-para-incrementar-frota/

United Continental Holdings tem nova CEO

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/united
-continental-holdings-tem-nova-ceo/

Mercado de companhias low-cost chegará a US$ 200 milhões em 2023

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/mercado-de-companhias-low-cost
-chegara-a-us-200-milhoes-em-2023/

United Airlines amplia opções de entretenimento a bordo

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/united-airlines-amplia
-opcoes-de-entretenimento-a-bordo/

Infraero: Oito aeroportos continuam sem combustível

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/infraero-oito
-aeroportos-continuam-sem-combustivel/

 

VALOR

Falta combustível em nove aeroportos do país, diz Infraero 

Por Agência Brasil 

BRASÍLIA  -  Após a negociação com os caminhoneiros para encerrar os protestos, ainda falta
combustível em pelo menos nove dos 54 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de
Infraestrutra Aeroportuária (Infraero) no país. Em balanço atualizado à 1h05 desta terça-feira
(29), a empresa informou que monitora o abastecimento de querosene de aviação por parte
dos fornecedores que atuam nos terminais.

Os aeroportos que estão com falta de combustível são Foz do Iguaçu (PR), Paulo Afonso (BA),
Teresina (PI), Palmas (TO), João Pessoa (PB), Ilhéus (BA), Cuiabá (MT), Imperatriz (MA) e
Petrolina (PE). Aos passageiros, a Infraero recomenda que procurem as companhias para
consultar a situação de seus voos. 

Apesar da falta de querosene, os aeroportos estão abertos e têm condições de receber pousos
e decolagens. Nos terminais em que o abastecimento está indisponível no momento, as
aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima
etapa do voo. 

A Infraero alertou aos operadores de aeronaves que avaliem os planejamentos de voos para
que definam a melhor estratégia de abastecimento, de acordo com o estoque disponível nos
terminais de origem e destino. 

Segundo a assessoria, a empresa está em contato com órgãos públicos ligados ao setor aéreo
para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos
administrados pela empresa. 

 

Modelos elétricos de aviões devem chegar em dez anos 

Por Carlos Rydlewski | Da PEGN 

Não é preciso ser adivinho para saber o que o consultor de marketing Gianfranco Beting, de
54 anos, conhecido como Panda, faz, pensa - e quem sabe, até sonha - neste exato instante. 

Com certeza, ele está entrando ou saindo de aviões, enquanto cria uma nova marca para uma
empresa aérea. Panda é maníaco por um par de asas. Diz a lenda que as três  primeiras
palavras que balbuciou foram " Varig, Varig, Varig!", trecho de um jingle da antiga companhia
brasileira de aviação. Note-se que a testemunha dessa história foi o pai de Gianfranco, o
jornalista Joelmir Beting, falecido em 2012.

Não por acaso, Panda foi um dos fundadores da Azul, onde respondeu pelo marketing da
companhia. Desde 2016, contudo, ele se mudou para Miami, na Flórida, e abriu uma
consultoria na área de branding, a Beting Consulting. 

As companhias com as quais trabalha estão espalhadas por seis países. A seguir, ele conta
como é empreender fora do Brasil e diz quais são as oportunidades do setor da aviação. 

PEGN: Você foi um dos cofundadores da Azul. Como entrou na empresa? 

Gianfranco Beting: Um amigo publicitário me disse que uns gringos estavam vindo ao Brasil
para fundar uma companhia aérea. Ele não se lembrava do nome das pessoas, mas me
perguntou: "Já que você entende tudo de aviação, quer conhecer os caras?" Eu topei. Numa
quinta-feira, em 2008, toca a campainha da minha casa. Abro a porta e quem estava lá? David
Neeleman [o principal idealizador da Azul]. Quase cai para trás.

PEGN: Como foi o encontro? 

Beting: Ele entrou e foi dizendo: "Você tem 45 minutos para vender seu peixe". Cinco horas
depois, concluiu: "Olha, Panda, eu acredito que a gente não pode ensinar paixão para
ninguém. E a sua relação com aviões não é de paixão. Ela é doentia. Quer ser meu diretor de
marketing?". Topei na hora. 

PEGN: Como ficou tão fascinado pela aviação? 

Beting: Veio do berço. Meu pai dizia que, um dia, passando pela Avenida Rubem Berta, ao lado
do aeroporto, em São Paulo, no fusquinha verde que tínhamos [os Beting, em geral, são
palmeirenses], eu disse as minhas primeiras três palavras: "Varig, Varig, Varig!" [refrão de um
antigo jingle da companhia aérea]. E sempre fui o mais nerd dos nerds. 

PEGN: Você também foi o primeiro funcionário da Azul. 

Beting: Sim. Desenhei os uniformes, o logotipo, a pintura dos aviões e criei a formulinha secreta
do padrão de prestação de serviço da empresa. 

PEGN: Existe uma fórmula secreta para isso? 

Beting: Não é secreta, mas tem uma fórmula. É a seguinte: você olha para o cliente e pensa na
palavrinha "OPA!". Ela quer dizer "Observe, Perceba e Atenda". Ou seja, observe quem é a
 pessoa, perceba quais são as suas necessidades e a atenda da melhor maneira possível.
Agindo dessa maneira, o relacionamento com os passageiros fica mais leve. Esse é um estilo
mais brasileiro.

PEGN: Já havia pensado em morar fora do Brasil? 

Beting: Essa sempre foi uma possibilidade. O problema é que, quando estava resolvido que
iríamos para Miami, o David me falou: "Quer sair do Brasil, gosta de bacalhau? Então vai morar
em Lisboa. Estou comprando a TAP [a principal companhia aérea portuguesa]." Mas minha
mulher não quis saber de mudar de plano. Agora, moro na Flórida e vou todo mês a Lisboa,
prestar serviços para a TAP.

PEGN: Quais são as novidades do setor da aviação? Para onde estamos caminhando? 

Beting: Do ponto de vista tecnológico, os avanços continuam acontecendo. Os modelos
elétricos já estão nas pranchetas e devem chegar ao mercado em dez ou 15 anos. Os novos
supersônicos vão voar mais rápido que o velho Concorde. E o mais importante: as gerações
atuais de aviões são muito mais econômicas do que as anteriores. Elas consomem menos
combustível. De uma maneira geral, entre 15% e 25% em comparação aos aviões que
substituem. Se a gente lembrar que a margem histórica do setor é negativa em 0,5%, dá para
ter ideia do que isso representa. É um ganho fenomenal.

PEGN: Que tipo de mudança? 

Beting: Várias empresas já estão se especializando em fazer voos de longa distância,
cobrando até um quarto do preço atual das tarifas. Nos EUA, algumas empresas já cobram
cerca de US$ 100 por uma passagem para a Europa. E não é mágica. É um projeto rentável,
com começo, meio e fim. O espaço interno dos aviões é apertado? É. Se quiser comer um
sanduíche a bordo tem de pagar? Tem. Mas o preço é incrível. Isso pode mexer com a cabeça
das pessoas. Voar, graças a Deus, vai deixar de ser uma coisa de elite, para ser um modal
de transportes de massa. Essa é a vocação e a redenção dessa indústria. Esse é o futuro da
aviação.

PEGN: No Brasil, a situação é diferente? 

Beting: Sim. Aqui, ninguém consegue ser uma empresa de baixo custo. O David Neeleman
logo entendeu isso. Temos uma carga tributária imensa e o combustível está entre os mais
caros do mundo. Se a gente pensar que, na média mundial, o combustível representa quase
40% do custo de uma empresa aérea, dá para perceber a dimensão do problema. 

PEGN: Como foi começar a empreender, depois de oito anos atuando na Azul? 

Beting: Quando resolvi sair da Azul, continuei prestando serviços para eles, mas isso não
ocupava 100% do meu tempo. Assim, comecei a buscar outros clientes. Hoje, trabalho com
empresas na Bolívia, Uruguai, Canadá, Estados Unidos, além de Brasil e Portugal. O preço a
pagar por isso é que estou em constante movimento. 

PEGN: Qual a diferença entre abrir um negócio no Brasil e nos Estados Unidos? 

Beting: Para o governo americano, o empresário não é um inimigo. É um gerador de empregos,
alguém que vai pagar impostos. Eu demorei 14 minutos para abrir uma empresa. Demorei
mais tempo para escolher o nome que daria à companhia do que para formalizá-la. O
ambiente todo também é muito diferente do brasileiro. 

PEGN: Em que aspecto? 

Beting: Em todos. As reuniões, por exemplo, começam no horário e terminam em 30 minutos.
Como tudo é mais simples e eficiente, sobra tempo para você ganhar dinheiro, aumentar a
margem, contratar gente ou crescer pessoalmente. Tudo é resolvido entre 9 e 17 horas. No
Brasil, a ética de trabalho para cargos de liderança exige que você trabalhe das 7 às 21 horas.
Caso contrário, é vagabundo. Nos EUA, marcar uma reunião para depois das 16 horas é sinal
de ineficiência.

PEGN: Você também diz que gosta de desenhar marcas? 

Beting: Sim, e não mando fazer. Eu mesmo faço. Fiz todos os desenhos da Azul. Só para a
pintura dos aviões, foram 88 versões até que o David aprovasse o layout final. Às vezes, o
cliente me pede para fazer uma nova "marquinha". Na semana seguinte, eu apareço com a
marca, a proposta de um website, uma nova estratégia para internet, já digo que não podem
atender o telefone de determinada maneira. Sou um maníaco por marcas.

PEGN: Qual o seu hobby? 

Beting: É voar. Já passei por 105 países e voei em 169 companhias. Na verdade, já dei seis
voltas ao mundo só para experimentar empresas aéreas. 

 

Empresas aéreas perdem R$ 50 milhões/dia com greve dos caminhoneiros 

Por Valor | Valor 

SÃO PAULO  -  As companhias aéreas calculam que a greve dos caminhoneiros esteja
impondo um prejuízo diário de mais de R$ 50 milhões ao setor no Brasil. A estimativa,
divulgada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), considera cancelamentos,
pousos para reabastecimento, o não comparecimento de passageiros e o atendimento a
consumidores que deixaram de embarcar.

De acordo com levantamento da entidade, mais de 270 voos foram cancelados desde o início
da paralisação nas estradas do país. 

Segundo a Abear, enquanto a situação de desabastecimento de combustíveis permanecer, os
passageiros podem solicitar a mudança de data e horário de seus voos sem o pagamento de
taxas. 

“Apesar de a maior parte da malha aérea permanecer em operação, os cancelamentos e
mudanças de horários deverão continuar a acontecer, sem previsão de normalização, por
causa da não reposição ou total ausência de combustível em aeroportos menores espalhados
pelo país”, informou a associação, em comunicado. 
<


abear no facebook

abear no twitter

São Paulo

Av. Ibirapuera, 2332 - Conj. 22 - Torre Ibirapuera I
04028-002 | Moema | São Paulo/SP
+ 55 11 2369-6007

Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160 - Edifício Orly, 8º andar, Sala 832
20020-080 | Centro | Rio de Janeiro/RJ
+ 55 21 2532-6126

Brasília

SAUS Quadra 1 - Bloco J , 10/20 - Edifício CNT - Sala 506
70070-944 | | Brasília/DF
+ 55 61 3225-5215