Clipping

06/09/18

CLIPPING 06/09/2018

O GLOBO

Em Nova York, cem pessoas são retiradas passando mal de avião da
Emirates que vinha de Dubai

https://oglobo.globo.com/boa-viagem/em-nova-york-cem-pessoas-sao-retiradas-passando
-mal-de-aviao-da-emirates-que-vinha-de-dubai-23041985

TAM decide não renovar contrato com a Multiplus em 2024

https://oglobo.globo.com/economia/tam-decide-nao-renovar-contrato-com
-multiplus-em-2024-1-23041176#ixzz5QJw4f9Y8
 

Com suspeita de cólera, passageiros de avião vindo da Argélia são retidos

https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/com-suspeita-de-colera-passageiros-de-aviao
-vindo-da-argelia-sao-retidos-23042489#ixzz5QJwAlZRl
 

Companhia área chilena de baixo custo pede autorização para operar
no Brasil

https://oglobo.globo.com/economia/companhia-area-chilena-de-baixo-custo-pede
-autorizacao-para-operar-no-brasil-23042403#ixzz5QJwTzVA2
 

Conheça dicas e as melhores formas para acumular milhas

https://oglobo.globo.com/boa-viagem/conheca-dicas-as-melhores-formas
-para-acumular-milhas-23041983#ixzz5QJwmHxxR
 

 

JORNAL DO BRASIL

Anac recebe pedido de aérea chilena de baixo custo para operar no país

http://www.jb.com.br/pais/2018/09/3827-anac-recebe-pedido-de-aerea-chilena-de-baixo
-custo-para-operar-no-pais.html

Infraero estima 1,05 milhão de passageiros nos aeroportos no feriado

http://www.jb.com.br/pais/2018/09/3826-infraero-estima-1-05-milhao-de-passageiros
-nos-aeroportos-no-feriado.html

Latam rompe com Multiplus; crescem voos de baixo custo

http://www.jb.com.br/economia/2018/09/3946-latam-rompe-com-multiplus
-crescem-voos-de-baixo-custo.html

Anac recebe pedido de aérea de baixo custo para voos entre Brasil e Chile

http://www.jb.com.br/economia/2018/09/3863-anac-recebe-pedido-de-aerea-de-baixo-custo
-para-voos-entre-brasil-e-chile.html

Com decisão sobre Multiplus, Latam quer se aproximar de usuários
e parceiros

http://www.jb.com.br/economia/2018/09/3791-com-decisao-sobre-multiplus-latam
-quer-se-aproximar-de-usuarios-e-parceiros.html

Alerta de saúde em voo da Emirates que chegou a Nova York

http://www.jb.com.br/economia/2018/09/3761-alerta-de-saude-em-voo-da
-emirates-que-chegou-a-nova-york.htm

Passageiros de avião procedente da Argélia retidos por suspeita de cólera

http://www.jb.com.br/economia/2018/09/3719-passageiros-de-aviao-procedente-da-argelia
-retidos-por-suspeita-de-colera.html

Latam rompe com Multiplus e deve administrar internamente
programa próprio

http://www.jb.com.br/economia/2018/09/3744-latam-rompe-com-multiplus-e
-deve-administrar-internamente-programa-proprio.html

 

FOLHA DE SÃO PAULO

Acordo da Gol com companhia de táxi aéreo abre novo mercado em aviação

Julio Wiziack

BRASÍLIA

Mudanças regulatórias abriram caminho para que a Gol anuncie nas próximas semanas uma
parceria com uma companhia de táxi aéreo para levar passageiros de cidades pequenas para
destinos no Brasil ou no exterior.

Acordo com a Two Flex poderá levar passageiros de até 109 localidades com menos de
200 mil habitantes para centros atendidos pela Gol.

Pessoas que participaram das conversas afirmam que as cidades ainda estão sendo definidas. 

Nenhum voo destas cidades até um aeroporto no qual a Gol opera vai durar mais do que uma
hora e meia.

Em nota, a Gol diz que estuda, com a Two Flex, um plano para ampliar a operação no Rio
Grande do Sul.

As passagens serão vendidas no site da Gol, que pagará à empresa de táxi aéreo.

A Two Flex pertence ao empresário Rui Aquino, ex-presidente do braço de aviação executiva
da TAM. Ela já opera um projeto parecido de aviação regional com o governo de Minas
Gerais, conectando 20 cidades do interior ao aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte.

Nas conversas com o governo, a Two Flex projetou que esse modelo pode cobrir mais 330
cidades com aumento de frota para 175 aviões Cessna Caravan (hoje a empresa tem 18,
com capacidade para nove passageiros) e outras 80 aeronaves para até 18 passageiros.

Essa estrutura permitiria o aumento em 2% do número de passageiros transportados por
ano --um negócio de R$ 850 milhões em receitas.

Técnicos da SAC (Secretaria de Aviação Civil) e da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil)
estimaram que, caso haja outras empresas nesse ramo, a aviação comercial poderá crescer
até 5% em passageiros embarcados por ano.

Por isso, os órgãos reguladores decidiram mudar as regras da aviação para aeródromos de
cidades com menos de 200 mil habitantes.

Antes, as exigências de investimento e segurança, como equipamentos de raio X, eram tão
severas que inviabilizavam operação de companhias menores.

Consultada, a Two Flex não quis comentar. 

 

Anac recebe pedido de aérea chilena de baixo custo para operar no país

BRASÍLIA

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) recebeu no dia 30 de agosto o pedido para
operações regulares internacionais no Brasil da empresa chilena Sky Airline, que opera na
modalidade low cost (baixo custo, em inglês). A Sky Airline pretende começar a operar em
novembro deste ano com voos ligando o Brasil ao Chile.

No início de agosto, a agência reguladora já havia autorizado o funcionamento da empresa
aérea Norwegian Air em voos regulares no Brasil. A empresa é a terceira maior entre as de
baixo custo que operam no continente europeu.

De acordo com a Anac, a Norwegian vai operar em território nacional como empresa de
serviço de transporte aéreo internacional regular de passageiro, carga e mala postal.

A expectativa é que a empresa comece a operar voos internacionais entre o Brasil e a
Europa a partir de janeiro de 2019. Também há a possibilidade de a empresa pedir a liberação
de voos entre o Brasil e a Argentina, onde a Norwegian já opera.

Além das duas empresas, a Anac informou que a argentina Avian, subsidiaria da Avianca,
também pretende operar voos regulares no país. A empresa tem cadastro para voos não
regulares e pretende fazer a rota de Buenos Aires a São Paulo.

"Além das duas empresas, a aérea Flybondi recebeu autorização do governo argentino
recentemente para operar no país. Após esse passo, a Flybondi deve entrar com o pedido
de autorização jurídica e operacional na Anac", disse a agência reguladora.

Por operar com baixo custo e cobrar menos pelo preço das passagens, essas empresas
costumam cobrar por serviços como despacho de mala, marcação de assentos.

Em geral, também não oferecem alimentação nos voos, nem totens com impressoras nos
aeroportos para o viajante retirar seu bilhete de viagem

 

O ESTADO DE SÃO PAULO

Aeroporto alagado no Japão será parcialmente reaberto nesta sexta

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,aeroporto-alagado-no-japao-sera
-parcialmente-reaberto-nesta-sexta,70002490381

Aérea de baixo custo quer operar voos entre Brasil e Chile a partir
de novembro

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,aerea-de-baixo-custo-quer-operar
-voos-entre-brasil-e-chile-a-partir-de-novembro,70002489764

Avião é colocado em quarentena em Nova York depois de 100
passageiros passarem mal

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,aviao-e-colocado-em-quarentena
-em-nova-york-depois-de-10-passageiros-adoecerem,70002489151

Latam vai incorporar Multiplus e administrar programa de fidelidade próprio

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,latam-encerra-parceria-com-programa-de
-fidelidade-multiplus,70002488829

 

CORREIO BRAZILIENSE

TAM não renova contrato e tira Multiplus da bolsa de valores

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/09/06/internas
_economia,704289/tam-nao-renova-contrato-e-tira-multiplus-da-bolsa-de-valores.shtml

Com decisão sobre Multiplus, Latam quer se aproximar de usuários

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/09/05/internas
_economia,704180/com-decisao-sobre-multiplus-latam-quer-se-aproximar-de-usuarios.shtml

Latam decide não renovar programa de milhagem com a Multiplus

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/09/05/internas
_economia,704094/latam-decide-nao-renovar-programa-de-milhagem-com-a-multiplus.shtml

 

O ESTADO DE MINAS

TAM tira Multiplus da bolsa

https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2018/09/06/
internas_economia,986493/tam-tira-multiplus-da-bolsa.shtml

Anac recebe pedido de aérea de baixo custo para voos entre Brasil e Chile

https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2018/09/05/internas_economia,986402/anac
-recebe-pedido-de-aerea-de-baixo-custo-para-voos-entre-brasil-e-ch.shtml

 

AGÊNCIA BRASIL

Anac recebe pedido de aérea chilena de baixo custo para operar no país

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-09/anac-recebe-pedido-de-aerea-chilena
-de-baixo-custo-para-operar-no-pais

Infraero estima 1,05 milhão de passageiros nos aeroportos no feriado

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-09/infraero-estima-105-milhao-de
-passageiros-nos-aeroportos-no-feriado

 

G1

Aeroporto de Viracopos e Rodoviária esperam 219 mil passageiros
para o feriado prolongado de Independência

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2018/09/06/aeroporto-de-viracopos
-e-rodoviaria-esperam-219-mil-passageiros-para-o-feriado-prolongado-de
-independencia.ghtml

Neblina fecha Aeroporto Afonso Pena, na Região de Curitiba, para
pousos por mais de três horas

https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2018/09/06/neblina-fecha-aeroporto-afonso
-pena-na-regiao-de-curitiba-para-pousos-por-mais-de-tres-horas.ghtml

 

ÉPOCA NEGÓCIOS

Aérea chilena de baixo custo Sky Airline pede registro na Anac para
operar no Brasil

https://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2018/09/epoca-negocios-aerea
-chilena-de-baixo-custo-sky-airline-pede-registro-na-anac-para-operar-no-brasil.html

 

DCI

Anac recebe pedido de aérea de baixo custo para voos entre Brasil e Chile

https://www.dci.com.br/economia/anac-recebe-pedido-de-aerea-de-baixo-custo-para-voos
-entre-brasil-e-chile-1.738254

Com decisão sobre Multiplus, Latam quer se aproximar de usuários
e parceiros

https://www.dci.com.br/economia/com-decis-o-sobre-multiplus-latam-quer-se-aproximar
-de-usuarios-e-parceiros-1.738192

Latam decide fechar capital da Multiplus

https://www.dci.com.br/servicos/latam-decide-fechar-capital-da-multiplus-1.738350

Aérea chilena de baixo custo Sky Airline pede registro na Anac para
operar no Brasil 

https://www.dci.com.br/servicos/aerea-chilena-de-baixo-custo-sky-airline-pede-registro
-na-anac-para-operar-no-brasil-1.738287

Latam rompe com Multiplus e deve administrar internamente programa
próprio

https://www.dci.com.br/servicos/latam-rompe-com-multiplus-e-deve-administrar-internamente
-programa-proprio-1.738117

 

PANROTAS

Aerolíneas Argentinas relança operação entre Rio e Rosário

https://www.panrotas.com.br/aviacao/novas-rotas/2018/09/aerolineas-argentinas
-relanca-operacao-entre-gig-e-ros_158519.html

Iata pede apoio da Índia para desenvolver o setor de aviação

https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2018/09/iata-pede-apoio-da
-india-para-desenvolver-o-setor-de-aviacao_158494.html

Insatisfeita, Latam Brasil compra e acaba com Multiplus

https://www.panrotas.com.br/aviacao/investimentos/2018/09/insatisfeita
-latam-brasil-compra-e-acaba-com-multiplus_158503.html

 

MERCADO E EVENTOS

Miami CVB destaca parceria com Gol e a importância do Open Skies
para o Brasil

https://www.mercadoeeventos.com.br/_destaque_/slideshow/miami-cvb-destaca-parceria
-com-gol-e-a-importancia-do-open-skies-para-o-brasil/

Aeroporto de Brasília espera receber 220 mil passageiros no
feriado da Independência

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/aeroporto-de-brasilia
-espera-receber-220-mil-passageiros-no-feriado-da-independencia/

Aerolíneas Argentinas relança voo Rio – Rosário

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/aerolineas
-argentinas-relanca-voo-rio-rosario/

Norwegian Air inicia venda de passagens na Argentina

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/norwegian-air
-inicia-venda-de-passagens-na-argentina/

Maior aérea de Fort Lauderdale, JetBlue estuda operações na
Costa Oeste dos EUA

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/maior-aerea-de-fort
-lauderdale-jetblue-estuda-operacoes-na-costa-oeste-dos-eua/

Latam Brasil não renovará contrato com a Multiplus

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/latam-brasil
-nao-renovara-contrato-com-a-multiplus/

Avianca Brasil corta uma de suas frequências diárias entre Rio
e Porto Alegre

https://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/avianca-brasil-corta-uma
-de-suas-frequencias-diarias-entre-rio-e-porto-alegre/

 

JORNAL DE TURISMO

Azul recebe 17ª aeronave modelo Airbus A320neo

https://www.jornaldeturismo.tur.br/aviacao/81455-azul-recebe-17
-aeronave-modelo-airbus-a320neo

Aeroporto Internacional de Belém estima aumento de 4,3%
na movimentação de passageiros no feriado

https://www.jornaldeturismo.tur.br/aviacao/81464-aeroporto-internacional-de
-belem-estima-aumento-de-4-3-na-movimentacao-de-passageiros-no-feriado

 

VALOR

Infraero estima 1,05 milhão de passageiros nos aeroportos no feriado 

Por Agência Brasil 

BRASÍLIA  -  Responsável por cerca de 60% do movimento aéreo no país, a Infraero estima
que os aeroportos brasileiros devem movimentar 1,05 milhão de passageiros no feriado da
Independência. Os números divulgados nesta quarta-feira (5) representam um aumento de
3% em relação ao registrado no ano passado e compreendem as viagens a serem realizadas
entre os dias 6 e 10 de setembro. No mesmo período de 2017, foi registrada a movimentação
de 1,02 milhão de passageiros.

A estimativa leva em conta a oferta de assentos das empresas aéreas. Segundo a Infraero, os
dias mais movimentados devem ser quinta-feira (6), com 2.182 voos previstos, e a
segunda-feira (10), com 2.243 voos. 

Mais aviões 

A Infraero também informou que o número de aeronaves operantes nos seus aeroportos deve
crescer 8% em comparação ao feriado do ano anterior. A previsão é de 9.420 aeronaves ante
as 8.716 computadas em 2017. 

Para quem vai viajar pelos terminais da Infraero, a empresa aeroportuária elaborou um plano
de ação para garantir a fluidez e a segurança dos passageiros. 

“Entre as medidas, destaca-se a intensificação dos trabalhos das equipes de segurança e de
operações, incluindo as de plantão, por meio de remanejamento das escalas de trabalho. A
empresa também realizou manutenções preventivas em equipamentos como esteiras de
bagagens, elevadores e escadas rolantes, entre outros”, informou a companhia. 

A Infraero é responsável por mais de 50 terminais no país que operam voos regulares e não
regulares, voos domésticos regionais e nacionais e também internacionais. Entre eles, se
destacam os aeroportos de grande movimentação como Congonhas, Santos Dumont, Recife;
e regionais como Campina Grande, Juazeiro do Norte e Montes Claros.

 

Sky Airline, aérea chilena de baixo custo, pede para operar no Brasil 

Por Agência Brasil

BRASÍLIA  -  A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) recebeu em 30 de agosto o pedido
para operações regulares internacionais no Brasil da empresa chilena Sky Airline, que opera
na modalidade ‘low cost’ (baixo custo). A Sky Airline pretende começar a operar em novembro
deste ano com voos ligando o Brasil ao Chile. 

No início de agosto, a agência reguladora já havia autorizado o funcionamento da empresa
aérea Norwegian Air em voos regulares no Brasil. A empresa é a terceira maior entre as de
baixo custo que operam no continente europeu. 

De acordo com a Anac, a Norwegian vai operar em território nacional como empresa de
serviço de transporte aéreo internacional regular de passageiro, carga e mala postal. A
expectativa é que a empresa comece a operar voos internacionais entre o Brasil e a Europa
a partir de janeiro de 2019. Também há a possibilidade de a empresa pedir a liberação de
voos entre o Brasil e a Argentina, onde a Norwegian já opera.

Além das duas empresas, a Anac informou que a argentina Avian, subsidiária da Avianca,
também pretende operar voos regulares no país. A empresa tem cadastro para voos não
regulares e pretende fazer a rota de Buenos Aires a São Paulo. 

“Além das duas empresas, a aérea Flybondi recebeu autorização do governo argentino
recentemente para operar no país. Após esse passo, a Flybondi deve entrar com o pedido
de autorização jurídica e operacional na Anac”, disse a agência reguladora. 

Por operar com baixo custo e cobrar menos pelo preço das passagens, essas empresas
costumam cobrar por serviços como despacho de mala, marcação de assentos. Em geral,
também não oferecem alimentação nos voos, nem totens com impressoras nos aeroportos
para o viajante retirar seu bilhete de viagem. 

 

Avião vindo de Dubai é colocado em quarentena após pousar em Nova York 

Por Valor, com agências internacionais 

SÃO PAULO  -  Um avião proveniente de Dubai foi colocado em quarentena após aterrissar
no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York (EUA), depois de ao menos dez
passageiros terem relatado que se sentiram doentes no voo, segundo funcionários do
aeroporto. 

O voo 203 da Emirates Airlines pousou na manhã desta quarta-feira (5), pouco depois das
9h locais. A Autoridade Portuária e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na
sigla em inglês) montaram uma área para verificação dos passageiros. Um porta-voz do
prefeito de Nova York, Bill de Blasio, confirmou que o avião foi colocado em quarentena.

Havia aproximadamente 500 passageiros a bordo do superjumbo Airbus SE A380. 

Em comunicado, um funcionário do CDC disse que a agência estava trabalhando para
descobrir a causa da doença. "O CDC está ciente de um voo da Emirates chegando ao
JFK nesta manhã, com alguns passageiros que estão relatando uma doença não
especificada", disse o texto. 

A empresa aérea confirmou que dez passageiros se sentiram doentes a bordo. 

 

Smiles sente o impacto e ação cai 

Por João José Oliveira | De São Paulo 

A possibilidade de a companhia aérea Latam encerrar o contrato com a empresa de
programa de fidelidade Multiplus, não renovando o contrato que venceria em dezembro de
2024, já era cogitada por analistas de mercado nos últimos dois meses. 

Em junho, Air Canada informou ao mercado que não continuaria a parceria com a empresa
de fidelidade Aimia, que venceria em 2020. Isso chamou a atenção dos analistas. Mas a
direção da Multiplus vinha negando essa possibilidade. "Ou as pessoas não têm a informação
adequada, ou não entenderam bem nosso caso", disse o presidente da Multiplus, Roberto
Medeiros, em julho.

Agora, os investidores se voltam para a Smiles, que tem 52,7% de suas ações em poder da
Gol - a fatia restante, de 47,3%, é negociada em bolsa. Ontem, o papel caiu 7,6%, para
R$ 47,60. 

Analistas de bancos não descartam a possibilidade de a Gol rever o contrato pelo qual a
Smiles é sua empresa de fidelidade, mas os profissionais apontam diferenças entre os casos. 

Primeiro, a Smiles - que tem 14,6 milhões de participantes - tem um contrato mais longo com
a sua companhia aérea controladora até 2032. Uma maior fatia dispersa em bolsa também
torna uma operação de fechamento de capital mais difícil. 

Além disso, apontam analistas, a Smiles compra mais passagens de forma antecipada da
Gol, o que fornece um fluxo de caixa relevante para a companhia aérea. Desde 2016,
comprou de forma adiantada quase R$ 2 bilhões em bilhetes de sua controlada. 

Há outras diferenças, afirmam especialistas. Enquanto a Multiplus dividiu o foco de atuação -
obtendo hoje cerca de 33% do acúmulo de pontos de parceiros não aéreos e não bancos
(cartões de crédito) -, a Smiles tem um plano de negócios voltado apenas para viagens:
passagens aéreas, diárias de hotéis, locação de veículos e parques. 

No último balanço da Multiplus, referente ao segundo trimestre deste ano, a empresa de
fidelidade controlada pela Latam Airlines Brasil teve lucro líquido de R$ 73,8 milhões no
segundo trimestre de 2018, com queda de 41,4% em relação a igual período de 2017. Na
mesma base de comparação, a receita líquida da companhia recuou 37,2%, ficando em
R$ 123,3 milhões.

A Smiles teve lucro líquido de R$ 114,2 milhões no segundo trimestre deste ano, queda
de 20,7% ante o apurado em igual período de 2017, e receita líquida de R$ 198,1 milhões,
baixa de 8,9%. 

A empresa controlada pela Gol projeta um aumento de 12% a 18% em seu faturamento
bruto em 2018 em relação a 2017, que foi de R$ 1,9 bilhão. A companhia espera elevar a
receita líquida em 10% a 16% neste ano ante R$ 1,8 bilhão em 2017. 

 

Latam vai integrar programas de fidelidade do grupo 

Por João José Oliveira | Valor 

SÃO PAULO  -  A Latam Airlines Group, empresa resultante da fusão entre a brasileira
TAM e a chilena LAN em 2012, vai integrar os três planos de fidelidade ligados ao grupo
como resultado da decisão da holding de fechar o capital da Multiplus, empresa de fidelidade
controlada pela Latam Airlines Brasil (TAM Linhas Aéreas SA), cotada em bolsa desde 2010.

Segundo a vice-presidente sênior de clientes da Latam Airlines Group, Claudia Sender, a
integração dos programas Multiplus, Latam Pass e Latam Fidelidade vai permitir que o grupo
tenha mais sinergias, que os participantes possam aproveitar mais ofertas e que outros
parceiros — empresas de varejo e bancos que fazem parte das plataformas por meio da 
qual há acúmulo ou resgate de pontos e milhas poderão acessar um universo maior de
clientes. “Vamos ter mais sinergias”, disse a executiva em teleconferência nesta tarde de
quarta-feira.

O Latam Pass tem cerca de 14,7 milhões de participantes, ante 20,1 milhões, dos quais cerca
de 70% também participam do Latam Fidelidade. 

A Latam Airlines Group anunciou nesta quarta-feira o plano de fechar o capital da Multiplus,
empresa de fidelidade controlada pela Latam Airlines Brasil (TAM Linhas Aéreas SA), cotada
em bolsa desde 2010, oferecendo R$ 27,22 por ação, o preço médio ponderado da ação
medido pelo volume de dividendos da Multiplus nos últimos 90 pregões. 

A decisão de fechar o capital da Multiplus ocorreu simultaneamente à decisão da Latam
Airlines Brasil de não renovar o contrato com a empresa de fidelidade, que vence em 31 de
dezembro de 2024. 

Segundo o vice-presidente sênior financeiro da Latam Airlines Group, Ramiro Alfonsín, a
existência de três diferentes ecossistemas de programas de benefícios dentro do grupo Latam
afetam a capacidade de a companhia capturar margens de rentabilidade. 

Segundo ele, a Multiplus também vinha perdendo participação no mercado brasileiro de
fidelidade — recuando de 70%, em 2013, para 50% em 2017. 

Nesta tarde, a ação da Multiplus operava em alta de 5,16%, a R$ 25,66, enquanto o
Ibovespa subia 0,58%, a 75.143 pontos. 

 


abear no facebook

abear no twitter

São Paulo

Av. Ibirapuera, 2332 - Conj. 22 - Torre Ibirapuera I
04028-002 | Moema | São Paulo/SP
+ 55 11 2369-6007

Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160 - Edifício Orly, 8º andar, Sala 832
20020-080 | Centro | Rio de Janeiro/RJ
+ 55 21 2532-6126

Brasília

SAUS Quadra 1 - Bloco J , 10/20 - Edifício CNT - Sala 506
70070-944 | | Brasília/DF
+ 55 61 3225-5215